Brasil, o ninho do Condor

Na semana passada, nosso assessor de direitos humanos e presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), Jair Krischke, viajou a Buenos Aires convidado para o Ciclo de Encontros organizado pelo Instituto de Políticas Públicas de Direitos Humanos (IPPDH) do Mercosul.

“Etnocida”, “ecocida”

O Parlamento Europeu voltou a expor publicamente as vexaminosas políticas do governo brasileiro, condenando a “permanente retórica agressiva” e os constantes ataques do presidente Jair Bolsonaro contra os defensores do meio ambiente.

O seio militar começa a se romper

Participaram da Marcha do Silêncio, de sexta-feira 20, por «Verdade e Justiça», marcando uma grande novidade «institucional» desta manifestação anual que finalmente volta a percorrer o centro de Montevidéu, pós-pandemia. São duas filhas de um militar da ditadura. Ambas promovem a formação da filial uruguaia de «Histórias Desobedientes», um grupo de familiares de militares genocidas gerando uma ruptura com essa herança.

Nem perdão, nem esquecimento

Na semana passada, a Rel UITA acompanhou o Comitê de Familiares de Detidos e Desaparecidos em Honduras (Cofadeh) em seu processo perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra o Estado hondurenho pelo caso de Herminio Deras.