Daniel Gatti

Daniel Gatti (Uruguay) - dgatti@real-uita.org

O empório dos venenos “inócuos”

Não é exatamente uma surpresa o paraíso dos agrotóxicos em que se tornou o Brasil de Jair Bolsonaro, contudo as revelações sobre os excessos de seu governo na área da saúde e do meio ambiente continuam se acumulando: agora foi divulgado que um inseticida proibido no primeiro mundo e na Argentina continua e continuará sendo vendido no Brasil, esse gigante sul-americano, porque suas autoridades o consideram inócuo.

Superexplorados e invisíveis

Na Europa, a indústria da carne movimenta bilhões de dólares e gera cada vez mais lucro para as empresas, porém boa parte dos milhões de trabalhadores empregados são migrantes trabalhando em condições de precariedade quase total.

“A humanidade contra Bolsonaro”

Uma associação austríaca denunciou o presidente do Brasil na terça-feira 12 ao Tribunal Internacional de Justiça de Haia pelo desastre ambiental global na Amazônia decorrente das políticas extrativistas defendidas por seu governo.

Olhos que não querem ver

A indústria química está pressionando a Europa para que o glifosato possa continuar a ser usado no continente, apesar de 60% dos estudos científicos publicados nas Universidades da região demonstrarem sua nocividade.

Um cenário “à la Trump”

Para o assessor de direitos humanos da UITA, uma janela se abriu no Brasil para o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, que mostrou certa recuada após sua ofensiva contra o STF e o Congresso. Em todo caso, diz ele, as coisas em seu país «mudam muito rápido» e Bolsonaro ganha com isso tempo para possivelmente contra-atacar.

Tem coisa melhor que o pão?

Alimento básico da humanidade desde os tempos pré-históricos, o pão nosso de cada dia deveria hoje ser retirado de nossas mesas, devido ao alto índice de contaminação por agrotóxicos presentes no cereal que, na maioria das vezes, estão presentes em sua feitura, o trigo.