A origem operária do 8 de março

Desde o final do século XIX, as organizações de mulheres dos movimentos operários protestavam em vários países europeus e nos Estados Unidos por melhores condições de trabalho.

“Os ninguéns da Fyffes”

Na miséria. No abandono total. Assim vivem os trabalhadores e as trabalhadoras da transnacional Fyffes/Sumitomo em Honduras. Os que, mesmo trabalhando dezenas de anos, não podem ter acesso a uma vida digna.

Pandemia e precarizaçao do trabalho

O primeiro lugar no Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo na categoria Rádio foi recebido pela reportagem: “Covid-19 nos frigoríficos”, do jornalista Gustavo Monteiro Chagas para a Rádio Guaíba de Porto Alegre.

Daquela e dessas lutas

Em 2012, a UITA organizou uma campanha internacional chamada NR para o setor de carne já! Foi a reta final de uma luta de 15 anos que a Regional e suas filiadas no Brasil vinham promovendo, devido ao enorme fluxo de trabalhadores e trabalhadoras doentes e afastadas em consequência do ritmo frenético das linhas de produção nos frigoríficos.

“Lo que callas, te enferma”

El Sindicato de Trabajadores de la Industria del Hielo y Mercados Frutihortícolas Particulares de la República Argentina (STHIMPRA), realizó el pasado sábado 28 una jornada de reflexión sobre violencia hacia las mujeres y violencia laboral bajo el lema “Lo que callas, te enferma.