Nota das entidades sindicais contra a violência ao trabalhador haitiano na BRF em Santa Catarina

A Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação da Central Única dos Trabalhadores (Contac-CUT), a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação (CNTA Afins) e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias das Carnes e Derivados de Chapecó e Região (Sitracarnes) vêm a público manifestar repúdio à ação truculenta de seguranças privados contra um trabalhador dentro da unidade da empresa BRF, na cidade de Chapecó (SC), no dia 8 de julho de 2021.

“América Latina será tu voz”

Gisele Adao, dirigente del Sindicato de Trabajadores de la Alimentación de Criciúma y Región (SINTIACR) y vicepresidenta del Comité Mundial de Trabajadores LGBTI de la UITA, dirige un mensaje de solidaridad a la dirigente sindical Odilia Caal Có, agredida el pasado mes de setiembre dentro de la empresa Winners Textil y con el aval de la misma.

Os rostos na fumaça

A impunidade, a ganância, o terrorismo econômico, social e político das elites mafiosas, a insensatez, a hipocrisia e a ignorância são os verdadeiros combustíveis que incendeiam a floresta amazônica. Em fogueiras, ardem a floresta e milhares de seres humanos, cujas vidas valem menos que a faísca as acende.

Corrida contra o feminicídio

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (CONTRATUH), Wilson Pereira, e a diretora da entidade, Vera Lêda Ferreira de Morais, estiveram na Corrida e Caminhada contra o Feminicídio, realizada neste domingo (15/12), na Esplanada os Ministérios em Brasília/DF.

Por que a violência no campo é mais cruel com as mulheres?

“Durante os governos progressistas sentíamos que tínhamos a possibilidade de enfrentar com apoio do Estado a violência que nos acometia, mas agora a situação degringolou e o retrocesso tem sido imenso e intenso”, afirma Maria Aires Oliveira Nascimento, secretária-adjunta da Mulher Trabalhadora da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Erradicar o machismo para erradicar a violência

A Federação dos Trabalhadores, Trabalhadoras, Assalariados e Assalariadas Rurais de Pernambuco (FETAEPE) levantou em seu Conselho Constitutivo de março deste ano a necessidade de incluir questões de gênero nas convenções coletivas de trabalhadores rurais em uma região onde milhares das mulheres trabalham informalmente.