A máfia das certificadoras

Se por casualidade, você entrar em uma cafeteria da Starbucks, uma avalanche de cartazes destacará a responsabilidade social da transnacional, bem como a sua preocupação com o meio ambiente, com os camponeses, e com a qualidade do produto. Você também verá que tudo isso está devidamente certificado: selos, muitos selos, carimbando as boas novas a serviço do capitalismo.