“A situação é muito grave” Hoje vendem empresas, e amanhã, o que venderão?

O governo brasileiro colocou a venda o país. Para isso, anunciou um plano de privatizações, passando à disposição do setor privado 57 ativos públicos, entre empresas, aeroportos, linhas elétricas e estradas*. O presidente do Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH) de Porto Alegre e assessor da Rel-UITA, Jair Krischke, considera que o país está sendo literalmente sucateado.

Inaceitável

O terrorismo é uma praga que precisa ser condenada e combatida sempre. Não é um fenômeno novo na história do ser humano e quase sempre respondeu a visões minoritárias, messiânicas, econômicas, políticas ou religiosas. Entretanto, também se precisa combater um sistema que gera injustiças crescentes.

A agricultura familiar, essa grande desconhecida

Eleito secretário geral da Confederação de Produtores Familiares do Mercosul Ampliado (COPROFAM), na décima assembleia do organismo, realizada em 15 de julho em Montevidéu, Broch falou com A Rel sobre a situação da agricultura familiar na América Latina e seus desafios.

O Brasil é a ponta do iceberg neoliberal

O Brasil, país onde começou nesta segunda, 10 de julho, a 39 reunião do Comitê Executivo Latino-Americano da UITA, é um laboratório do preocupante porvir da América Latina: o “desmonte” das conquistas do movimento operário por parte das forças conservadoras

Nota de apoio da OAB a Jair Krischke

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Rio Grande do Sul, atenta aos seus deveres e papel histórico, vem manifestar seu integral apoio e solidariedade às pessoas ameaçadas por um autointitulado “Comando Gen. Pedro Barneix, em especial ao militante Jair Krischke