Costa Rica | SAÚDE | AMBIENTE

O Fipronil no banco dos réus pela morte em grande escala das abelhas

Mais uma prova

Foto: Gerardo Iglesias

De acordo com um relatório oficial, o pesticida Fipronil foi o responsável pela morte de milhões de abelhas na Costa Rica. Essa informação coincide com outras divulgadas no Brasil pela Rel UITA e pela APISBio¹, país onde o extermínio desses insetos já é considerado um desastre nacional..

A pesquisa foi realizada pelo Serviço de Saúde Animal (SENASA) após a morte de dois milhões de abelhas em um apiário localizado no município de Esparza de Puntarenas. Em outros municípios da mesma região, centenas de milhares desses insetos polinizadores também foram intoxicados.

A ONG Apicultores da Costa Rica observou que o Fipronil «teria sido colocado na cana-de-açúcar, em umas canoas que estavam sendo usadas para alimentar o gado pertencente a uma fazenda próxima«, segundo a publicação Delfino.

A associação pediu que se determinasse quem foram os responsáveis pelo ocorrido e que ficasse proibida a aplicação do pesticida sob o princípio da precaução, invocado pela União Europeia em 2017, proibindo completamente o seu uso nos cultivos.

Na Costa Rica, o Supremo Tribunal de Justiça havia ordenado em dezembro passado ao Ministério da Agricultura que realizasse no prazo de um ano um estudo científico sobre os efeitos do uso de agrotóxicos da família dos neonicotinóides, como o Fipronil, na saúde, no meio ambiente e nas abelhas produtoras de mel.


¹ Articulação para a Preservação da Integridade dos Seres e da Biodiversidade (APISBio)
NdE: Agradecemos gerardo Castillo pelo envio dessa informação