À memória de Siderlei de Oliveira

A Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação da CUT (Contac-CUT) deu início, nesta quinta-feira (16), à sua plenária nacional realizada de forma híbrida, ou seja, tanto no ambiente virtual como no formato presencial na cidade de Serafina Corrêa (RS).

Campanha salarial 2021

Mais de 40 sindicatos da Zona da Mata Sul e Norte, realizaram na última semana, assembleias de aprovação da pauta de reivindicações da 42° Campanha Salarial das Canavieiras e Canavieiros Pernambuco, em sindicatos e/ou em frentes de serviço.

FETAR-RS preocupada com o uso de agrotóxicos

O 2º Secretário da FETAR-RS, Sérgio Poletto, coordenador do Departamento de Segurança e Saúde do Trabalhador, falou na última quinta-feira, dia 9, logo após a reunião de diretoria da Federação, sobre a preocupação com a liberação de aproximadamente 500 novas fórmulas de agrotóxicos por parte do governo federal e o consequente uso indiscriminado em todo o Brasil.

Campanha salarial dos canavieiros

Presidente da FETAEPE, Gilvan Antunis, convida todos e todas, canavieiros e canavieiras da Zona da Mata para que compareçam aos sindicatos nas suas cidades no próximo domingo (12) e participem das assembleias de aprovação da pauta de reivindicações.

Uma vitória de todos

Ambas as confederações são filiadas à UITA e representam mais de um milhão e meio de trabalhadores e trabalhadoras do setor de alimentação. Na última terça-feira, 31 de agosto, expressaram publicamente seu repúdio à iniciativa do Poder Executivo Federal, que encaminhou ao Congresso a Medida Provisória 1045 (MP 1045/21), sendo nesta quarta-feira, 1º de setembro, finalmente rejeitada pelo Senado.

Após pressão das entidades sindicais, Senado rejeita MP 1.045

Por 47 votos a 27, o Senado Federal “enterrou” nesta quarta-feira (1) a MP 1.045, uma vitória das entidades sindicais e da classe trabalhadora de modo geral. Por mais uma vez, foi adiado o sonho do ministro da Economia, Paulo Guedes, de implantar a chamada “Carteira Verde e Amarela”, contrato de trabalho flexibilizado que desrespeita até mesmo a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).