Mundo | SOCIEDADE | DH

Reformas Trabalhistas

Quem foi que pediu?

Estas reformas como as que vêm sendo impostas na Espanha e no Brasil, bem como as propostas no Peru e na Argentina – para citar alguns casos – são um fenômeno mundial, sendo que todas elas têm um denominador comum: reduzir o custo do trabalho, precarizar as condições de trabalho e privilegiar o capital sobre tudo e todos.

O objetivo delas é que o trabalho assalariado seja mais econômico para as empresas e isso não necessariamente significa redução salarial.

Existem diversas outras formas de fazer isso, como aumentar a produtividade, a flexibilidade do trabalho e a competitividade entre os trabalhadores.

Na seguinte apresentação, delinearemos alguns dos impactos produzidos pelas reformas trabalhistas implementadas na Espanha (2012) e no Brasil (2017).

Paradigmas da precarização do trabalho e da desigualdade social.

Confira a apresentação (PDF)