JBS e seu ritmo de produção massacrante

Gisele Adão, dirigente do Sindicato de Trabalhadores da Alimentação de Criciúma e Região (SINTIACR) e vice-presidenta do Comitê Mundial LGBTI da UITA, analisa as consequências para os trabalhadores e trabalhadoras do ritmo frenético de trabalho nos frigoríficos da JBS, a maior produtora de proteína animal do mundo.

“É hora de reagir!”

Célio Elias, dirigente do Sindicato de Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Criciúma e Região convoca aos trabalhadores e as trabalhadoras da Seara/JBS a defenderem um ganho real nos salários e não apenas um reajuste pelo IPC.

Merendeiras são demitidas após não aceitarem se desfiliar de sindicato

Contratadas pela empresa terceirizada Golden Serviços e Empreendimentos Técnicos Ltda, as trabalhadoras teriam sido ameaçadas de demissão caso optassem por permanecer filiadas ao Sindicato dos Trabalhadores em Refeições de Sorocaba e Região (Sindirefeições TS) – entidade que representa a categoria. Caso comprovada, essa postura configura assédio moral.