Luta de classes

Enquanto o governo uruguaio solicitou uma reunião especial no Mercosul para discutir a reforma trabalhista brasileira, a central sindical única PIT-CNT a rejeitou de cara e os empresários a apoiaram completamente.

SUT-INARSA e seus 38 anos de luta sindical

Neste 17 de setembro, o Sindicato Único dos Trabalhadores da Indústria Nacional de Refrescos S.A. (SUT-INARSA, Coca Cola Femsa) realizou sua Assembleia Geral, durante a qual foram divulgados os avanços conquistados no último ano, assim como os desafios pendentes.

Outro ataque à queima-roupa contra lideranças sindicais camponesas

“A investigação não revelou dados novos. O que já foi comprovado é que o crime não foi motivado por roubo, e a forma bárbara como atuaram os assassinos deixa muito o que pensar”, disse Elias D’Ângelo, secretário de Políticas Agrárias da CONTAG, ao se referir aos recentes assassinatos da dirigente camponesa Terezinha Rios Pedrosa e seu esposo Aloísio da Silva Lara.

“Devemos retomar a luta de classes”

Foto: Gerardo Iglesias

Em 5 de setembro, durante o lançamento da Campanha Nacional de Conscientização e Resistência contra a desarticulação do movimento sindical e dos direitos trabalhistas, Artur Bueno de Camargo, coordenador nacional do Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), expôs a importância de haver união para enfrentar as reformas promovidas por Michel Temer e seus aliados no parlamento brasileiro. A seguir, transcrevemos o cerne de sua intervenção.