«É preciso ter espaço para criar o debate»

Nós, pessoas LGBTI, fazemos parte de um segmento importante do mundo do trabalho e temos que reconhecer, promover e gerar consciência de que todos os direitos LGBTI são direitos sindicais e de que, portanto fazem parte dos direitos humanos, sendo obrigação de nossas organizações defendê-los.