“A luta pelos nossos direitos nos irmana”

O secretário geral da Federação Gremial do Pessoal da Indústria da Carne e seus Derivados da Argentina analisou o plano de reforma trabalhista do governo de seu país e como o movimento operário, apesar de suas diferenças, conseguiu evitar que fosse votado. Fantini convidou seus pares brasileiros para continuarem as ações conjuntas para melhorar as condições trabalhistas no setor.