Gerardo Iglesias

Gerardo Iglesias

Gerardo Iglesias (Uruguay) - gerardo@rel-uita.org

O último da fila

Na semana passada, a Federação dos Trabalhadores e Assalariados Rurais do Rio Grande do Sul (FETAR RS) publicou nota repudiando a decisão do governo estadual de negar a vacinação contra Influenza/H1N1 aos trabalhadores e trabalhadoras do setor. Conversamos sobre isso com Gabriel Bezerra, presidente da CONTAR*.

Uma provocação atrás de outra

A Federação dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação (FTIA) voltou a denunciar a transnacional Arcor por descumprimento da conciliação obrigatória emitida pelo Ministério do Trabalho com relação ao atual conflito entre a empresa e seus assalariados.

La solidaridad que llega desde Brasil

Nuestra afiliada el Sindicato de Trabajadores de la Industria de la Alimentación de Campinas, Sao Paulo (SITAC), se solidariza y respalda la lucha de los compañeros de la Federación de la Alimentación de Argentina movilizada a nivel nacional ante la política adoptada por la transnacional Arcor, provocando diversos incumplimientos en las medidas de bioseguridad en las plantas.

O protagonismo da Rel UITA em tempos de ditadura

O escritório da Rel UITA foi, nos anos mais duros da ditadura uruguaia, um ponto de encontro para jovens trabalhadores e trabalhadoras que mais tarde comporiam o Plenário Intersindical dos Trabalhadores (PIT), herdeiro da Convenção Nacional dos Trabalhadores (CNT), declarada ilegal e cujos principais líderes estavam no exílio, presos, desaparecidos ou tinham sido assassinados.

«O diálogo social é fundamental»

A Confederação Nacional dos Trabalhadores da Alimentação e Afins (CNTA) e a Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores da Alimentação (CONTAC) estão conduzindo, com o apoio da Rel UITA, um processo de parcerias estratégicas com o objetivo de fortalecer a ação sindical.

JBS, arrogante e gananciosa

Foi em 8 de abril o falecimento de Margaret Thatcher, “A Dama de Ferro», a mulher com olhar de comando, aquela que nunca se importou com o olhar triste daquelas milhões de pessoas que caíam no precipício do desamparo social.